12 dezembro 2007



Então, se tal for possível tratando-se do pão do dia, vamos lá acalmar os ânimos e dar um bocado de sobriedade e elegância a esta casa.

Quem mais poderia escolher? Jeremy Irons, nascido em 1948 na Ilha de Wight, Inglaterra. A opção pela carreira de actor viria só depois de uma tentativa frustrada de entrar para a faculdade de, imagine-se, veterinária. Estudou na famosa – e clássica – Bristol Old Vic Theatre School. Estreou-se no cinema com Nijinsky, mas tornou-se conhecido com a série "Brideshead Revisited" ao lado de um elenco que incluía Laurence Olivier. Seguiu-se A Amante do Tenente Francês, com Meryl Streep e a partir daí não parou de irradiar o seu espantoso magnetismo.
Jeremy Irons é o dono absoluto daquela qualidade que torna a pessoa atraente sem uma relação directa com a beleza física e a que chamamos... c.h.a.r.m.e.
Jeremy é bonito, eu acho. Mas o seu maior encanto, é o porte aristocrático, é vê-lo andar, falar, respirar, sorrir e esbanjar a elegância sóbria num conjunto equilibrado. Tão equilibrado que se pode tornar erótico. Que o diga Juliette Binoche.. .. neste video

15 comentários:

dalloway disse...

A última vez que a Cristina falou de Jeremy Irons eu disse-lhe que tinha tido a sorte de tê-lo sentado ao meu lado numa viagem de avião.
A sua birra na altura foi tão grande que neste momento decido que será melhor ficar calada acerca do pão do dia...nunca se sabe em que pode dar esta coisa que as pessoas chamam de stress natalício!
Fui...

Anónimo disse...

Intelectual :-)

intruso

Cristina disse...

brrrrr...dall!

pois, é melhor. era escusado vir aqui escancarar essa "pequena" diferença entre nós.. buáááááá!!!!!!!!!

dalloway disse...

Pronto, pronto..esqueçamos o episódio do avião....e que tal se lhe disser que estava eu a entrar no ginásio em Londres e ele a sair e tive direito a um "hello". Estava ele com o cabelo louro porque tinha feito (ou ia fazer) o filme "assalto ao arranha céus"...lálálálál
Fui...

immortal disse...

um cadichinho cotinha pa mim, mas gosto :D

Eric Blair disse...

sempre achei que tinha ar de tuberculoso; isto antes de se ouvir falar em sida.
:)

Cristina disse...

dall

nem mais uma palavra, viu?!
ora esta, tá afim de me deprimir é?

mas sempre lhe digo que ainda bem que foi o Jeremy Irons, se fosse uma das nossas bigs estrelas de cinema, nem um olhar quanto mais um hello...

Cristina disse...

immortal

é pra não dizerem que só trago putos pá..

Cristina disse...

Eric

hahahahaha!! tuberculoso pois. abençoadinhos bacilos...:))

immortal disse...

nada como o charme da idade!

dalloway disse...

Pronto, pronto...
Beijocas, não sou a Belucci, mas é de coração.
:)

Carminda Pinho disse...

E dizes muito bem:

"...é vê-lo andar, falar, respirar, sorrir e esbanjar a elegância sóbria num conjunto equilibrado. Tão equilibrado que se pode tornar erótico."

E não é que se torna mesmo? :)

Beijos

Leonor disse...

e o olhar??? e aquela calma, aquela sobriedade, enfim, todo o conjunto...

e a idade só tem trazido melhorias

DUCA disse...

..)o seu maior encanto, é o porte aristocrático (...) num conjunto equilibrado. Tão equilibrado que se pode tornar erótico."

E minha opinião,é mesmo erótico.

E a voz? Aquela voz que ele tem é de uma beleza absoluta!

Boa escolha Cristina

Francis disse...

eu curto o gajo.