30 novembro 2007


"Em casa de ferreiro, espeto de pau" - o comentário é de um funcionário da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça em Pedome, uma freguesia do concelho de Vila Nova de Famalicão, e ajusta-se bem à situação laboral da maioria dos trabalhadores daquele estabelecimento de ensino criado na sequência da celebração de um contrato-programa entre o Ministério da Educação e a Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses-Intersindical Nacional (CGTP-IN) em 1990. Dez dos 12 professores, têm os mesmos deveres que os do quadro mas têm vinculo precário e por isso não têm subsídio de Natal e pagam a Segurança Social do seu bolso.
.
terão feito greve?

2 comentários:

Eric Blair disse...

se fazem greve ainda se fecundam...

Cristina disse...

eric

ya...o patronato é mesmo fecundado pá!