24 novembro 2007

vai um passeio on line?


A solução, foi encontrada pelos estudantes do centro tecnológico americano Massachussets Institute of Technology (MIT) que desenvolveram um meio de carregar a bateria de um laptop pedalando uma bicicleta.
A ideia nasceu como parte de um projecto para incentivar a redução do consumo de energia eléctrica em equipamentos de informática no campus.
Pedalando uma bicicleta ergométrica adaptada, os utilizadores movem um sistema de roldanas que gera energia para alimentar uma bateria tradicional de 12 volts, como a utilizada em carros.
Um adaptador como o utilizado no acendedor de cigarros do carro conduz esta energia ao laptop. Um controlador evita o fornecimento excessivo de energia para o computador.
Em cálculos preliminares, os estudantes estimaram que um ciclista é capaz de produzir continuadamente 75 watts, mais que os 30 watts necessários para alimentar o laptop. Durante experiência, um dos estudantes produziu 50 watts enquanto verificava os seus emails.
Participantes do projecto revezaram-se para utilizar a bicicleta-laptop, que deve agora ser instalada na academia do campus.
Eles ressaltaram que a ideia não apenas é ecologicamente correta – pois em vez de consumir, os usuários produzem energia – mas facilita a vida de profissionais que têm dificuldade de encaixar os exercícios físicos na rotina diária.
.
-tá aí! catita, aquilo aplicado a uma bicicleta normal deve ser fixe, pelo menos até à primeira árvore...

3 comentários:

Pêndulo disse...

Valha-te DEUS ! Aquilo é bicicleta de ginástica, sem rodas. Só pode bater numa árvore se a mulher do gajo lhe atirar com um bonsai por estar tempo demais na net e não lhe passar cartão.
:p

(cá entre nós: a poluição necessária para a produção da engenhoca deve ser bem superior à causada pela energia que poupa)

Cristina disse...

não pera aí, tenho que explixar melhor, eu ja estava a imaginar aquilo numa bicicleta normal..

e-ko disse...

olha, olha... boa ideia para os webdependentes que já nem saem de casa porque vão poder fazer mais desporto que a média dos portugueses... é bom para poupar energia e gastar calorias!